Batismo no rio de Camuconde (2014) More »

Pôr do sol em Cacine More »

Evangelização na tabanca de Panti bu Djubi More »

Distribuição de mosquiteiro em comunidades carentes - 2014 More »

Aliú Turé - Lider de Cabedu

Régulo (rei) de Cabudú Aladje Aliú Turé (Em memória) More »

 

GUINE-BISSAU TERRA DE OPORTUNIDADES

PERFIL GEOGRÁFICO

A Guiné Bissau é situada no litoral oeste (banhada pelo Atlântico) da África e faz fronteiras com o Senegal, à República da Guiné Conacri. A capital Bissau é uma pacata e agradável cidade africana de aproximadamente 200.000 habitantes. A culinária local é a base de arroz, aves e frutos do mar.

PERFIL CLIMÁTICO
O clima é tropical, com uma estação chuvosa que vai de junho a outubro. A estação seca vai de dezembro até abril, com vento quentes originários do interior. A Umidade Relativa é alta entre julho e setembro. As temperaturas variam de acordo com a altitude e a distância em relação do litoral.
Visitante deve trazer roupas tropicais leves, de preferencia em algodão e capas protetoras contra a chuva na estação chuvosa.

PERFIL POLÍTICO
Sob os termos da Constituição de 1984, o poder legislativo é exclusivo da Assembléia Nacional, que é composta de 102 membros direitamente eleitos pelo povo para um mandato de quatro anos. O Poder Executivo é do Presidente da República que é o chefe de Estado e governa com o apoio de um conselho de Ministros liderado pelo Primeiro Ministro. O Presidente é eleito diretamente pelo povo pôr um mandato de cinco anos. Os escritórios públicos funcionam de Segunda a Sexta das 07:30 as 14:00

PERFIL DEMOGRÁFICO

  • População: 1.285.715 (julho 2000)
  • Taxa de mortalidade infantil: 112,25 nascimentos /1,000 vivos (2000)
  • Taxa de fertilidade total: 5,27 crianças nascimentos/mulher (2000)
  • Nacionalidade (Adjetivo): Guineense
  • Grupos étnicos: 99% africano (Balanta 30%, Fula 20%, Manjaca 14%, Mandinga 13%, Pepel 7%), europeu e mulato menos do que 1%
  • Religiões: opinião indígena 50%, muçulmanos 45%, cristão Catolicos 7% cristaos Evangelicos 1%
  • Línguas: Português (oficial), Crioulo, línguas africanas
  • População total: 53,9%
  • Homens: 67,1%
  • Mulheres: 40,7% (1997)

PERFIL SOCIAL
Culinária & Bebida: Os não numerosos hotéis e restaurantes de Bissau oferecem uma excelente comida, porém, algumas casas, os preços são salgados. A culinária local inclui arroz local, aves e frutos do mar. Mandioca, inhame, milho e outros são apreciados.
Compras: O Artesanato local e as esculturas em madeira podem ser encontrados no mercado. Também encontram se algumas lojas bem modernas em Bissau.

MOEDA
A moeda é o Franco CFA (Comunidade Financeira Africana) cuja unidade (1,00 FCFA) é dividida em cem centavos. Existem notas de 10.000; 5.000; 2.500; 1.000 e 500. As moedas circulam em 250, 100, 50, 25, 10, 5 and 1. A Guiné Bissau é membro da Zona Franco e a moeda é emitida pelo Banque Central des Etats de l’Afrique de l’Ouest (Banco Central dos

PERFIL ECONOMICO
Considerado como um dos países mais deficientes no mundo, Guiné Bissau depende principalmente da agricultura e da pesca. As colheitas do caju aumentaram notavelmente nos últimos anos, e o país alcançou agora o sexto lugar na produção da fruta. Guiné Bissau exporta peixes e frutos do mar e, também, quantidades pequenas de amendoins, de sementes de palma e de madeira. O arroz é a colheita e o alimento principal do país. Entretanto, a luta recente entre tropas do governo e uma junta militar destruiu muito da infra-estrutura do país e causou os danos difundidos à economia em 1998; a guerra civil reduziu 28% do PIB anual, com recuperação parcial em 1999. Antes da guerra, a reforma do comércio e a liberação do preço eram a parte mais bem sucedida do programa de ajuste estrutural do país sob o patrocínio do FMI. O arrocho da política monetária e do desenvolvimento do setor privado tinha, também, começado a revigorar a economia. Por causa dos custos elevados, o desenvolvimento do petróleo, o fosfato, e outros recursos minerais não são uma perspectiva a curto prazo. Entretanto, as reservas do óleo explorado na costa podiam fornecer o rendimento necessário em longo prazo.

AGRICULTURA
Principais Produtos: arroz, milho, feijão, mandioca, castanha de caju, amendoim, semente de palma, algodão; madeira; peixes.

RELIGIÃO
Sob o governo português, a Igreja Católica funcionou quase que como um braço do governo colonial; os evangélicos foram banidos ou sofreram discriminação. Desde a independência, a medida de liberdade das atividades cristãs tem sido aumentada. Até 1990 somente uma missão protestante tinha permissão para funcionar, mas desde então outras várias conseguiram entrar no país. Há atualmente liberdade de religião para todos os grupos, apesar de alguma conversão para com os convertidos, mas não tão intensa. Há um sincretismo significativo entre o islã ou o catolicismo e as religiões tradicionais africanas, de modo que é bem difícil precisar os números de filiação religiosa.
O povo vive atormentado pelos espíritos, e rnuitos tem aceitado a Fé islâmica. Esse é o quadro religioso:

  • Animista: 51,1 %
  • Muçulmanos: 42,5%
  • Cat6licos: 7%
  • Evangélicos: 1.0%

A CHEGADA DO EVANGELHO EM GUINÉ-BISSAU
Foi em 1940, que chegou a Guiné-Bissau, a primeira missionária evangélica, Bessie vinda da Inglaterra, orientada por Deus, começou o trabalho sozinha, e em seguida juntou-se a ela uma missionária de Cabo Verde.
A Missão Evangélica da Guiné-Bissau (WEC International) deu continuidade ao trabalho de Bessie, implantando Igrejas, traduzindo as Escrituras, treinando líderes e, abençoando o povo na área social.
Fundou a Igreja Evangélica da Guiné-Bissau, a maior denominação e única até 1990, ano em que governo abriu as portas para a entrada de outras denominações.
Atualmente a Igreja Evangélica está sob a liderança dos Guineenses. A Igreja tem crescido, mas ainda há muitos povos que não foram alcançados pelo Evangelho. Existe ainda várias denominações Cristãs atuando no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *